Thomas Cook pediu falência:
O que significa isto para Cabo Verde?

Esta notícia diz respeito a muitos turistas em todo o mundo que ficaram surpresos e inesperados ao ouvi-la. Entre muitos outros destinos, a empresa de viagens também voou para as Ilhas de Cabo Verde.

Como é que a insolvência de Thomas Cook vai afetar o turismo em Cabo Verde?

Nós da Friedrich Hospitality Foundation (FHF) estamos particularmente ansiosos para receber a resposta a esta pergunta. A falta de um operador turístico pode afetar o objetivo do governo de Cabo Verde de atrair um milhão de turistas para o país até 2021.

No segundo trimestre deste ano, 26% das chegadas de turistas vieram da Grã-Bretanha, seguida de Portugal com 12,1%, França com 11% e Alemanha com 10,9%. Isto faz dos britânicos uma das mais importantes nações turísticas de Cabo Verde.

Mas, para Cabo Verde, a situação também pode significar uma oportunidade, uma vez que o turismo em Cabo Verde esta fortemente dominado pelo turismo de pacotes turísticos. Talvez os pequenos operadores turísticos e os empresários locais, como os proprietários de restaurantes e de pequenos complexos hoteleiros, tenham agora a oportunidade de preencher a falta e reforçar o turismo individual.

Continuamos curiosos e continuaremos a acompanhar os desenvolvimentos nas Ilhas de Cabo Verde!

Bolzstraße 3
70173 Stuttgart, Germany

+49 711 / 90 71 34 – 55